Dificuldade!

Dificuldade

Por que nós compulsivos temos dificuldade em aceitar a nossa Doença Emocional? Quando fiz essa pergunta a mim mesmo pela primeira vez, após minha derrota no Jogo Patológico, não a soube responder de pronto, já que estava tentando entender o que tinha feito; Tentei me matar para parar de Jogar! Assim sendo não estava pronto a admitir ser um doente, uma pessoa normal, apenas DOENTE!

Após alguns SEGUNDOS que já somam alguns anos, presumo ter aprendido alguma coisa e por isso tento passar a vocês esse aprendizado, aprendi que a doença emocional me levou a ser algo que não era. Levando-me a um mundo de Sonhos e Fantasias que só me derrotou, um mundo de sonhos que virou um pesadelo terrível, e que nenhum filme de terror pode retratar. Nesse “sonho” era milionário e feliz, muito feliz, porém quando acordei vi realmente o terrível pesadelo, derrota financeira, moral, familiar e física, pois tudo em mim estava destruído!

Nesse momento, O PRIMEIRO SEGUNDO, ajudado pelo Dr. Hermano Tavares compreendi que seria muito difícil o tratamento, contudo não impossível, então comecei.

Minha primeira dificuldade foi de aceitar minha doença, como aceitar um comportamento que todos tratam, inclusive eu, como VICIO, DESVIO DE CÁRATER, E OUTROS ADJETIVOS… O Jogo Patológico, como olhar o meu prazer e minha profissão, sim, pois me considerava um profissional do jogo, como doença e que a mesma havia me destruído?

Só após aceitar o primeiro passo da Irmandade Jogadores Anônimos, e que pude realmente começar uma Nova Vida. Portanto meus Irmãos compulsivos procurem uma sala de alguma Irmandade, existe uma para cada compulsão é só entrar no Google e procurar, posso citar algumas: Jogadores Anônimos, Introvertidos Anônimos, Emocionais Anônimos, Cleptomaníacos Anônimos, Dependentes de Amor e Sexo Anônimos, Trabalhadores Compulsivos Anônimos e tantas outras…

Descrevo cada uma delas em meu Livro Compulsivo! Eu? Portanto não permita que uma simples dificuldade imposta a nós pela doença o impeça de ser feliz se trate! A ONG Viver Bem também pode ajuda-lo e só procurar!

Seja feliz realmente POR UM SEGUNDO, mas seja!

Wilson Jesus Thomaz Dutra       14/06/13

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

50 respostas a Dificuldade!

Os comentários estão encerrados.